Interpretações Consecutivas

Gostou? compartilhe!

Existe alternativa para a interpretação simultânea?

A tradução consecutiva, também conhecida como intermitente, é a modalidade de interpretação na qual a intérprete não faz uso de nenhum tipo de equipamento, como na interpretação simultânea.

Nessa modalidade, a intérprete se posiciona perto do orador e traduz as falas em partes, ou seja, o orador e a intérprete se alternam entre a fala e a tradução da fala original. Isso significa, que o palestrante divide a atenção do público com o intérprete.

Sendo assim, é sempre válido alinhar esse ponto com o contratante e palestrante, pois prefere-se essa modalidade exatamente por essa exposição compartilhada.

Ademais, muitos comparam com a interpretação simultânea, que é muita mais transparente, discreta e sem interrupções.

Essa modalidade é recomendada para anúncios, pronunciamentos ou discursos para grandes públicos, ou seja, situações nas quais a interpretação simultânea se faz excessiva e desnecessária.

A interpretação consecutiva também é dinâmica e uma opção de tradução interessante para cursos e workshops.

Nessa modalidade, a tradução fica mais dinâmica, pois o conteúdo poder ser absorvido mais profundamente pelo público.

O tempo da troca da fala é rápido e dinâmico e permite que as informações cheguem num ritmo mais acessível.

A interpretação consecutiva permite também que aqueles que entendem alguma coisa do idioma original possam conferir com a tradução que segue, o que não é possível com a tradução simultânea.

Na tradução simultânea necessariamente o ouvinte precisa optar entre ouvir a palestra no seu idioma original ou a tradução, e nem sempre é uma boa gama de escolha porque muitos entendem idiomas estrangeiros, mas nem sempre compreendem todas as falas completamente.

Ademais, num workshop, aula interativa ou curso, a tradução consecutiva cria uma ponte dinâmica e didática entre os participantes e o palestrante, principalmente no que tange esclarecimento de dúvidas e comentários. A interatividade com a interpretação consecutiva pode ser extremamente mais proveitosa do que se imagina.

Além disso, a interpretação consecutiva pode ser feita somente com um intérprete por períodos longos, já com a interpretação simultânea isso não é possível. A interpretação consecutiva é também menos custosa que a interpretação simultânea porque não incorrem custos com aluguel de equipamentos, montagens, desmontagens e contratação de equipe técnica.